Convenção do União Brasil oficializa candidaturas no Rio Grande do Sul

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Partido Cidadania poderá indicar o candidato a vice na chapa de Leite, mas ainda decidirá em sua convenção. o UB terá 56 candidatos à Assembleia Legislativa e 32 à Câmara Federal

A convenção partidária do União Brasil foi realizada neste domingo (24), no Clube Farrapos, em Porto Alegre, oficializando as candidaturas de deputado estadual e federal que irão disputar as eleições de outubro.

Além do presidente estadual, Luiz Carlos Busato, deputados, candidatos e lideranças da sigla, o evento foi prestigiado pelo governador Ranolfo Vieira Júnior (PSDB) e pelo pré-candidato a governador Eduardo Leite (PSDB). Aproximadamente duas mil pessoas passaram pelo evento, que começou às 8h30 e terminou por volta das 13h. O União Brasil terá 56 candidatos à Assembleia Legislativa e 32 à Câmara Federal, preenchendo o número máximo de candidaturas a que cada partido tem direito.

“O União Brasil nasceu vocacionado para a união de forças. Hoje, nesta convenção, estamos oficializando candidaturas que são referência na defesa de grandes causas sociais e também especialistas em diferentes áreas. Desde novembro, quando recebi o convite para presidir o União Brasil no Estado, iniciamos a busca de candidaturas que compartilham os mesmos valores e que estão dispostas a continuar melhorando o nosso Estado e o nosso país. Hoje é o coroamento deste intenso trabalho. Com muito orgulho estamos oferecendo aos eleitores nomes de homens e mulheres valorosos”, ressalta Busato.

Na convenção também foi oficializada a proposta de coligação na eleição majoritária com a federação PSDB-Cidadania. Com a prerrogativa de indicar o candidato a vice-governador na chapa de Leite, os convencionais deixaram a decisão para a executiva estadual tomar nos próximos dias. “Nós recebemos esse apoio do União Brasil com muito orgulho e alegria, mas acima de tudo com muita responsabilidade. O União Brasil se soma nesta força não apenas para fazer campanha, mas para governar junto nos próximos quatro anos”, destaca Leite.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print