RS pode ter fábrica de aviões gerando 1,3 mil empregos

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Projeto de nova fábrica foi apresentado no Palácio do Planalto sob articulação do deputado gaúcho Jerônimo Goergen

O CTAero (Centro Tecnológico Aeronáutico da Aeromot), em parceria com a Diamond Aircraft, prevê investimentos de até R$ 300 milhões e a geração de 1,3 mil empregos diretos e indiretos

A alta direção da Aeromot e da Diamond Aircraft foi recebida na quarta-feira (13), no Palácio do Planalto, pelo ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira. A informação foi confirmada pelo deputado federal gaúcho Jerônimo Goergen que está na articulação do projeto.

A comitiva de empresários veio a Brasília para apresentar o projeto do Centro Tecnológico Aeronáutico da Aeromot (CTAero) e a fabricação da linha de aeronaves sob licença da Diamond. A previsão inicial é de um investimento de R$ 80 milhões, podendo chegar a R$ 300 milhões nos próximos anos, com a geração de 1,3 mil empregos diretos e indiretos. Os diretores da Aeromot e Diamond apresentaram um vídeo detalhando o empreendimento. O presidente da República, Jair Bolsonaro, passou rapidamente pela reunião e desejou boa sorte aos investidores. “Obrigado por confiar no Brasil”, reforçou. 

O vice-presidente da Câmara Temática Aeroportuária da Frente Parlamentar Mista de Logística e Infraestrutura (Frenlogi), deputado federal Jerônimo Goergen (PP-RS), entende que o complexo aeronáutico-industrial reafirma a vocação aeronáutica do Rio Grande do Sul. “Estamos falando de um centro industrial que vai incluir pesquisa e desenvolvimento para a produção de peças, partes, manutenção e treinamento”, ressaltou.

O CTAero será instalado do Distrito Industrial de Guaíba, município localizado na Região Metropolitana de Porto Alegre. O prefeito de Guaíba, Marcelo Maranata, disse que o Rio Grande do Sul dispõe de mão de obra especializada e uma infraestrutura que vai impulsionar os negócios na área da aviação. “Com a nova ponte do Guaíba, a duplicação da BR-116 e tudo o que está acontecendo em nossa região, este investimento muda a característica do Estado e nos coloca num cenário extremamente importante para o desenvolvimento do Brasil”, resumiu Maranata.

A Aeromot é distribuidora exclusiva da Diamond Aircraft no Brasil, além de ser responsável pelo centro de serviços autorizado e pela distribuição de peças da empresa austro-canadense no país.

Participaram da audiência na Casa Civil o CEO da Aeromot, Guilherme Cunha, o Chairman do grupo, Frank Chen, CEO Global da Diamond, Frank Zhang, o CEO da Diamond Canadá, Kevin Sheng, juntamente com a CEO da FBR Aviation, Danielle Adornato.

Além da agenda com o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, a comitiva de empresários também foi recebida pelos ministros da Ciência, Tecnologia e Inovação, Paulo Alvim, e da Infraestrutura, Marcelo Sampaio.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print