Novo Caged revela geração de mais de 4 mil novos empregos no Rio Grande do Sul em maio

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Em Três de Maio o Comércio puxou os números positivos de Maio enquanto mantém cenário positivo aquecido pelas vagas na Indústria

O Brasil registrou, em maio, mais um mês com a alta na criação de vagas de emprego formal em todo o país. Foram mais de 277 mil novos postos de trabalho e o estado do Rio Grande do Sul registrou um resultado positivo de 4.275 novas oportunidades de trabalho.

Os dados são do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged), divulgado pelo Governo Federal na terça-feira (28).

O setor de Serviços acolheu a maior parte desses postos: foram 2.871 vagas ofertadas aos trabalhadores. O Comércio aparece em segundo lugar com mais de 1.726 postos de emprego formal criados.

Acumulado do ano

As ações intergovernamentais, da União, estados e municípios, para a retomada da economia após a pandemia da Covid-19, resultaram na abertura de 66 mil e 700 novas vagas de emprego, de janeiro a maio de 2022. Números que colocam o Rio Grande do Sul no sexto lugar do ranking nacional, ficando atrás somente de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Paraná e Santa Catarina.

Os dados são positivos também em todo o país, quando mais de 1 milhão e 51 mil novas vagas de emprego foram abertas de janeiro a maio de 2022. Desde 2019, o Brasil abriu cerca de 4 milhões e 270 mil nova oportunidades para os trabalhadores.

Além do aumento no número de empregos formais, o Brasil registrou queda no número de desempregados, alcançando 9,4% em abril, a menor taxa em sete anos.

Empregos na Região

       No cenário regional, Santa Rosa, Três de Maio e Horizontina tiveram mais admissões que desligamentos, nos números gerais. As demissões em alguns setores foram absorvidas ou compensadas por outros.

Em Horizontina foram 215 novas admissões contra 185 desligamentos, saldo total positivo de 30 vagas. A indústria que gerou 38 postos a mais que desligados e o setor de serviços que ajudou com 14 novas contratações, compensaram as baixas de -14 vagas no comércio e -6 na Construção Civil. A agropecuária também demitiu mais que contratou, com saldo negativo de -2. No acumulado do ano, março foi o melhor mês de Horizontina com saldo +104. Todos os 5 meses foram positivos até aqui, com +304 novos empregos em 2022.

Três de Maio teve saldo positivo de 37 empregos gerados a mais que demitidos no mês de Maio. Foram 205 contratações e 148 desligamentos. O comércio puxou o número positivo com +21 novas contratações. Construção Civil e Indústria geraram +6 vagas cada. O setor de serviços contratou +5 que desligou. Saldo positivo em todos os setores da economia três-maiense, exceto na agropecuária, que teve saldo –1. No ano, Três de Maio tem no mês passado o melhor mês de 2022. Foram -9 em abril e 0 empregos em Março. Com +17 janeiro e +15 em fevereiro. O total do ano é +60.

Santa Rosa, maior Município da região, teve 1.364 admissões contra 1.001 desligamentos, saldo positivo de 363 vagas. Agropecuária e Construção Civil puxaram os números positivos de Santa Rosa. +231 na Construção e + 227 na Agropecuária compensaram o baque de -86 comparado a Abril no setor de Serviços e -35 vagas no Comércio. A Indústria de Santa Rosa teve saldo positivo de +26. Nos primeiros 5 meses de 2022 o comportamento do mercado de trabalho santa-rosense é: +696 vagas. O saldo só foi negativo em março, com 105 desligamentos a mais que admissões.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print