Regional dos Sindicatos de Trabalhadores Rurais esteve reunida nesta terça

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

A Associação Regional dos Sindicatos dos Trabalhadores Rurais da Grande Santa Rosa esteve reunida nessa tarde do dia 28 de junho de 2022, com diversas autoridades presentes, para tratar das demandas do Plano Safra 2022/2023 e outras pautas da Agricultura Familiar.

Estiveram presentes representantes da Amufron, Emater, Coopermil, Cotrirosa, Cooperluz, Banrisul, Prefeituras de São Paulo das Missões e Santa Rosa, Câmara de Vereadores de Santa Rosa, e assessoria dos deputados Elton Weber, Heitor Schuch, Elvino Bohn Gass e Jeferson Fernandes.

Conduziu os trabalhos o vice-coordenador da Regional Elcio Mohr com palestra do diretor da Fetag-RS e Coordenador da Macrorregional Pedrinho Signori. A intenção é mobilizar os agentes políticos na articulação com parlamentares no atendimento das pautas.

De forma prioritária, abordou-se a forte estiagem que assolou nosso estado e cobrou-se fortemente a ampliação dos rebates do Pronaf para operações vincendas entre 01 de agosto até 31 de dezembro de 2022; Em relação ao Plano Safra, a liberação de orçamento de pelo menos R$22 bi para a equalização do plano safra 2022/2023 (hoje R$13 bi) para possibilitar taxas de juro que possam ser suportadas pelos agricultores;

Ainda, a correção do limite de enquadramento dos agricultores e pecuaristas familiares no CAF Pronaf (atual DAP) de acordo com a realidade atual; Fortalecimento do Proagro Mais, com ampliação do orçamento específico para cobertura de perdas na agricultura familiar; Correção dos tetos de financiamento de custeio e investimento; Fortalecimento dos recursos para o PRONAMP para que não interrompa as contratações antes do período previsto;

 Já nas pautas relativas à saúde, previdência e educação, trabalhou-se fortemente a atualização da tabela de procedimentos do SUS; A reestruturação do INSS (que engloba a previdência, saúde e assistência social), com mais recursos orçamentários, contratação de servidores, agências e peritos médicos; A implementação do 14º salário para os aposentados e o fortalecimento da educação do/no campo, com apoio às Casas Familiares Rurais e Escolas  Famílias Agrícolas, já existentes nos municípios e fomento a criação de novas instituições de ensino na modalidade da pedagogia por alternância.

A reunião foi um importante passo na busca por novos recursos e pelo apoio daqueles que nos representam, destaca Pedrinho. Continuamos trabalhando fortemente e em união, para que os pedidos em pauta sejam atendidos e a classe trabalhadora rural seja valorizada da forma que merece.

Fonte: Assessoria Regional/Juliana Zalamena

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print